16 julho 2016

Eu pensava quando era criança...


Esses dias vi uma youtuber responder uma tag MUITO legal, e resolvi tentar aqui no blog. É sobre dizer coisas bizarras que pensávamos quando éramos crianças. Algumas coisas já contei pelos textos da vida, outras coisas ainda não. Por isso, resolvi contar algumas bizarrices que eu imaginava quando era criança.

O planeta dinossauro

Quando eu tinha uns 8 anos de idade, acreditava completamente que existiam vários planetas habitáveis espalhados por aí e mais: acreditava em planetas com seres humanos super evoluídos tecnologicamente enquanto vários outros estavam se desenvolvendo desde a época dos dinossauros. Ou seja, poderia ter meu próprio dinossauro um dia se viajasse até um planeta pré histórico.

A linguagem dos animais

Eu tinha certeza absoluta que os animais conversavam. Os cães não estavam apenas latindo, estavam batendo papo! Acreditava que eles podiam falar entre si, meio que como pokémons e que nós que ainda não havíamos aprendido a língua deles, também acreditava ser super possível poder nos comunicar com eles via telepatia. (???) Sim, eu era bem criativa.

O segredo das novelas

Na minha cabeça, os atores das novelas acompanhavam a linha do tempo pra gravar. Por exemplo: Se tinha uma criança na primeira fase da novela e alguns capítulos depois ela aparecia adulta, eu acreditava que tinham esperado ela crescer pra continuar gravando. Sério, eu acho isso mesmo.

A vida real mas não tão real assim

Por algum estranho motivo, achava que tinham várias câmeras escondidas em casa para me filmar 24 horas. Achava que de repente poderia fazer parte de um show de TV e que na verdade eu não era um "ser humano real" e sim uma atração ou desenho. Como se a vida de uma criança de 5 anos fosse interessante o suficiente pra ser filmada e passada nas televisões nacionais hahaha.

Morrendo de forma trágica

Era óbvio que engolir chiclete e caroço de azeitona iria perfurar meu intestino e me matar com dores horríveis. E mais: os médicos iriam abrir minha barriga e encontrar chiclete grudado em todo meu estômago, causando vergonha para mim e pra minha família. (Juro por Deus, pensava desse jeito)

E vocês? Quais pensamentos bizarros tinham quando eram crianças? Eu sei que imaginava mil coisas, como por exemplo que já existiam alienígenas entre nós ou que super heróis disfarçados agiam por aí. Bom, eu tinha muito tempo livre não é mesmo? Hahahaha. Conte coisas engraçadas que vocês imaginavam!

7 comentários :

  1. Hahaha, algumas eu não pensava, mas essa da novela eu pensava exatamente assim. Bem minha cara kkkkkkkkkkkk
    Beijos
    http://revelandosentimentos.blogspot.com.br - Participe do Top Comentarista. Lançamentos da DarkSide e da Arqueiro. Você escolhe qual quer ganhar.

    ResponderExcluir
  2. Estou rindo com a sua imaginação quando pequena hauahuhauhauhuah
    Tive várias fases parecidas.
    Lembro que quando me falaram que o papai noel era meu pai, tive um pensamento estranho de que ele era o papai noel de todo mundo hauahiuahuiah

    Achei divertida esta tag e agora quero responder tbm!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. hahahha EU também pensava que estava sendo filmada o tempo todo, sério. E quando os adultos falavam sobre fazer amor, eu imaginava duas pessoas recortando coraçõezinhos juntas, ô inocência kkkkkkkk.
    Beijos
    Charme-se

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Adorei o post rsrs.
    Sempre achei que estava sendo filmada hahaha só coisa de criança mesmo.
    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Siga o Twitter

    ResponderExcluir
  5. Eu juro que entrei em desespero uma vez por ter engolido chiclete... só me lembro do "minhas tripas vão grudar, socorro!!!" kkkkkk amei a postagem!

    Bjinhos,
    ❥ AmigaDelicada.com ❥ Facebook ❥ Twitter

    ResponderExcluir
  6. kkkk Adorei!
    Tenho tanta saudade da minha infância! Morria de desespero ao engolir alguma semente ou chiclete, pensava que iria morrer kkk Hoje dou risada, mas na época era um drama só rs
    #bonstempos
    Amei o post, deu aquela nostalgia gostosa <3
    Beijo*
    https://umminutoumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir